☰  MENU

5 formas naturais de tratar a herpes labial

O surgimento de pequenas bolhas e erupções nos lábios, boca ou gengiva, quando acompanhado de incômodo, coceira e dor, é indício de uma infecção viral comum e transmissível, mais conhecida como herpes labial.

Os primeiros sintomas do herpes labial aparecem nos primeiros quinze dias após a contaminação e podem durar até algumas semanas depois do primeiro contato com o vírus.

Alguns desses sintomas, além das aparentes erupções, são dor de garganta, febre e sensibilidade na região.

O herpes pode afetar tanto as crianças, como os adultos e é dividido em dois tipos: o labial, transmitido pelo vírus HSV-1 e o genital, transmitido pelo HSV-2, que também pode ser transmitido para a boca.

Por ser uma infecção contagiosa, ao ser diagnosticada com herpes, a pessoa deve evitar manter contatos íntimos ou compartilhar objetos, para que outras pessoas não fiquem vulneráveis e sejam contaminadas.

Na maioria dos casos, o tratamento do herpes é simples e a recuperação rápida. Muito provavelmente o médico, ao fazer o diagnóstico, receite remédios e pomadas antivirais para solucionar o problema, que deve deixar de incomodar em, no máximo, duas semanas.

Mas como normalmente as feridas voltam a aparecer, o paciente pode complementar o tratamento com alternativas que a própria natureza oferece e que vão colaborar para a recuperação. Por isso, conheça 5 maneiras eficazes de tratar o herpes labial naturalmente.

1 – Extrato de Própolis

O extrato de própolis é um antibiótico natural que impede a proliferação de micróbios e vírus no corpo.

A principal função deste produto é fortalecer o sistema imunológico, agindo como um importante antioxidante e estimulante natural das defesas orgânicas.

Devido à presença de todos esses agentes benéficos, a própolis colabora com o processo de desinflamação e cicatrização das feridas e bolhas causadas pelo herpes e é um excelente remédio natural para este tipo de problema.

  • Algumas gotas aplicadas suavemente na região, três a quatro vezes ao dia, será o suficiente.
  • Você também pode beber 30 gotas de própolis diluídas em água, diariamente, para fortalecer o seu sistema imunológico, auxiliando, ainda mais, a recuperação.

2 – Flor de Calêndula

A flor da calêndula possui uma poderosa ação anticéptica que desintoxica e acelera a desinfecção e a cicatrização das feridas, funcionando também como anti-inflamatório.

Uma compressa feita com o chá da flor da calêndula colabora para a recuperação dos ferimentos e oferece alívio ao desconforto e à coceira causados pelo herpes labial.

  • Basta ferver as flores em 100 ml de água e coar.
  • Espere a água esfriar um pouco e aplique sob a ferida com um pano limpo ou algodão, reaplicando o líquido de tempos em tempos até completar 15 minutos.
  • Repita o procedimento duas vezes ao dia ou sempre que as coceiras incomodarem.

3 – Alho

Desde a antiguidade, o alho é utilizado como especiaria popular, tanto na cozinha, quanto para tratar doenças, sendo aplicado, até mesmo, em rituais para afastar o mau olhado.

Esta planta de bulbos aromáticos também é muito conhecida como aliada no tratamento do herpes labial, devido seu alto poder terapêutico contra infecções.

Rico em propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas, antivirais e antibióticas, o alho colabora para a cicatrização das feridas surgidas em decorrência do herpes, evitando o aparecimento de novas infecções e bolhas.

  • Para usufruir de seus benefícios, basta cortar um dente de alho ao meio
  • e esfregar suavemente sobre a ferida durante alguns segundos, repetindo o procedimento ao
    longo do dia.

4 – Aloe Vera

O Aloe Vera é um componente natural presente em muitas pomadas cicatrizantes. Isso porque o gel transparente proveniente da folha da babosa, desde o início da humanidade, é utilizado na pele para tratar queimaduras e curar feridas, oferecendo um alto poder cicatrizante e calmante a quem o utiliza.

Não é diferente com o herpes. O gel transparente do Aloe Vera proporciona grande alívio para os incômodos causados pelo herpes labial e ajuda a reduzir o inchaço da boca.

Além disso, suas propriedades antibacterianas e antifúngicas afastam infecções e aceleram a recuperação da pele. A babosa é uma planta muito popular no Brasil e bem fácil de encontrar.

  • Para realizar o tratamento, basta cortar uma folha da planta ao meio para que o gel possa ser extraído.
  • Aplique o gel na região afetada com a ajuda de um algodão e repita o processo ao longo do dia.

5 – Chá Preto

O chá preto, além de fortalecer o sistema imunológico, é rico em uma substância conhecida como “taninus”, antígeno que ajuda a aumentar a resposta autoimune do corpo humano.

Sua ação anti-inflamatória e antiviral, também presente na erva do chá, reforça seus benefícios no combate ao herpes labial.

O chá preto pode ser consumido tanto como bebida, como aplicado por meio de compressa, no local dos ferimentos, para uma ação mais rápida e eficaz.

É importante ressaltar que todos esses tratamentos são complementares e não substituem a avaliação médica. Fique atenta aos sintomas e não deixe de seguir corretamente o tratamento para uma melhor recuperação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

← Anterior de Cuidados com o Corpo .7 alimentos que emagrecem, apesar de não parecer

Próximo de Cuidados com o Corpo . →8 alimentos que aceleram o emagrecimento